PARTICIPAÇÃO ESPECTACULAR DE TIAGO ROMÃO (COC) NO JWOC 2009 (ITÁLIA) EM REPRESENTAÇÃO DA SELECÇÃO NACIONAL

tiago_romao_jwoc_2009

O atleta Tiago Romão, júnior do Clube de Orientação do Centro (COC), que ainda recentemente renovou o Título de Campeão Nacional Absoluto em Orientação Pedestre, esteve em Itália a representar a Selecção Nacional no Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre, o JWOC 2009 (Junior World Orienteering Championships), onde mostrou um desempenho notável, confirmando o seu elevado potencial.

jwoc09logo1

Esta é a síntese daquela que foi uma participação espectacular do Tiago Romão no JWOC 2009:

14º Lugar na Final de Sprint (entre 170 atletas);

62º Lugar na Final de Distância Longa (entre 168 atletas);

10º Lugar na Série 1 de Qualificação para a Final de Distância Média (entre 58 atletas);

39º Lugar na Final A de Distância Média (entre 61 atletas na Final A e 170 atletas nas Finais A, B e C);

12º Lugar por selecções, (entre 33 países) e 20º Lugar (por equipas, entre 59 equipas) na Prova de Estafetas.

bandeira_portugal

O JWOC 2009 decorre de 5 a 11 de Julho de 2009, com o seguinte programa:

– 05 Jul (Dom) -> Cerimónia de Abertura, em Fiera di Primiero;

– 06 Jul (Seg) -> Final de Sprint, em Imér-Mezzano;

– 07 Jul (Ter) -> Final de Distância Longa, em Passo Rolle;

– 08 Jul (Qua) -> Dia de Descanso;

– 09 Jul (Qui) -> Qualificação para a Final de Distância Média, em San Martino;

– 10 Jul (Sex) -> Final de Distância Média, em San Martino;

– 11 Jul (Sáb) -> Prova de Estafetas, em Val Canali, e Cerimónia de Encerramento, em Fiera di Primiero.

reces_areas

(Clicar na imagem para aceder ao mapa detalhado de localizações das provas)

Para obter mais informações (localização, imagens e mapas) de cada uma das localizações, por prova, clicar aqui.

A Selecção Nacional, na qual o Tiago se integra, teve a oportunidade de efectuar alguma adaptação e treinos na região do evento. Por algumas das notícias que nos foram chegando, foi possível constatar o elevado nível de motivação do nosso atleta, uma das suas imagens de marca.

tiago_2_jwoc

Tiago Romão, durante um dos treinos de adaptação da Selecção Nacional para o JWOC 2009

tiago_treino

Um dos mapas utilizados durante os treinos de adaptação ao relevo e altitude da zona do JWOC 2009

As montanhas dos Alpes italianos onde o JWOC 2009 decorre, não facilitarão a tarefa dos atletas em competição. Contudo, este tipo de terrenos não é uma completa novidade para o Tiago, dada a sua participação na passada Taça dos Países Latinos que decorreu numa região próxima daquela onde agora decorre o Campeonato do Mundo de Juniores.

Na Final de Sprint, que decorreu na passada segunda-feira, o Tiago Romão alcançou um brilhante 14º lugar, entre 170 atletas, completando os 3.100 metros do percurso em 15’42”, a apenas 59” do vencedor (listagem completa de resultados aqui). Nesta Final, outro português, o Diogo Miguel (Ori-Estarreja), esteve também a elevado nível, ao classificar-se em 11º lugar, com menos 12” que o Tiago Romão.

kopio_romao_tiago_portugese

Tiago Romão, imediatamente após terminar a Final de Sprint

jwoc_sprint_men

Mapa da Final de Sprint, com o percurso do vencedor (clicar no mapa para ampliar)

kopio_portugese_doing_well

Tiago Romão e Diogo Miguel, após a chegada à meta na Final de Sprint

tiago_romao

Tiago Romão, “debriefando” as suas opções, após a Final de Sprint, com Bruno Nazário

Notícia “Infordesporto”Diogo Miguel e Tiago Romão conseguem as melhores classificações de sempre (clicar)

Na Final de Distância Longa, que decorreu na passada terça-feira, o Tiago Romão não foi tão feliz como no dia anterior, tendo perdido demasiado tempo nas longas pernadas para os CPs Nºs 7 e 22, mas, apesar disso, alcançou um honroso 62º lugar, no primeiro terço dos 168 atletas que competiram, completando os 9.500 metros do percurso (com 440 metros de desnível!!!) em 1h36’28” (listagem completa de resultados aqui).

p1010132

Panorâmica da Arena na Final de Distância Longa

jwoc_long_men2

Mapa da Final de Distância Longa, com o percurso do vencedor (clicar no mapa para ampliar)

Na quinta-feira (09 Jul), pelas 10h18 locais (09h18 em Portugal), o Tiago Romão partiu para a sua prova de qualificação para a Final de Distância Média, integrado na série de qualificação nº 1.

phpnxlgz1jwoc_midqualmen1

Mapa da Série de Qualificação Nº 1 de Distância Média (clicar no mapa para ampliar)

Em prova neste percurso, com uma distância de 4.400 m, 150 metros de desnível acumulado e 15 Postos de Controlo, estiveram 174 atletas, divididos em 3 séries de qualificação.

Mais uma vez, o Tiago Romão teve um desempenho notável, ao classificar-se em 10º lugar entre os 58 atletas da sua série qualificatória, conseguindo assim o apuramento para a Final A de Distância Média. À passagem do 1º posto intermédio, o Tiago ia com o 7º melhor tempo (a 1’18” do mais rápido) e à passagem do 2º posto intermédio ia com o 10º melhor tempo (a 3’16”), lugar e distância que manteria até ao final, concluindo a sua prova nuns espectaculares 29’36’, sobretudo se se atender às características do terreno e ao traçado do percurso.

tiago_119

Tiago Romão a terminar a sua prova de qualificação em Distância Média (clicar na fotografia para ampliar)

Diogo Miguel (Ori-Estarreja) foi outro atleta da Selecção Nacional de Juniores que também conseguiu apurar-se para a Final A de Distância Média, ao concluir em 11º lugar na série de qualificação nº 2, com o excelente tempo final de 29’41’. Para ver a listagem completa de resultados das qualificatórias de Distância Média, clicar aqui.

tiago_e_diogo

Tiago Romão e Diogo Miguel, junto ao placard das classificações das qualificatórias de Distância Média (clicar na fotografia para ampliar)

Aqui ficam algumas palavras de Tiago Romão ao Orientovar:

Entrei bem no mapa da distância longa e seguia com bom tempo. Contudo, cometi dois erros graves que me custaram muito tempo. Quanto à prova de Distância Média, por tudo o que já tínhamos conversado nas reuniões e fora delas, estava consciente que se fizesse uma prova segura e sem arriscar teria um lugar na final A. Assim foi e fiz a prova toda sem arriscar, tendo conseguido um tempo que me permitiu um lugar confortável na final.

Para a final A espero conseguir aplicar uma táctica mais arrojada, sem temer cometer erros graves. Pelos treinos que efectuámos, acho que isso será possível e conseguirei uma boa classificação.

O maior objectivo de toda a equipa é a prova de Estafetas, onde esperamos estar todos ao nosso mais alto nível e conseguir algo de grande relevância.

Notícia “Infordesporto”Tiago Romão e Diogo Miguel atingem final A (clicar)

Notícia “O Jogo”Tiago Romão e Diogo Miguel atingem final A do Mundial de juniores (clicar)

A Final A de Distância Média, decorreu durante a manhã de Sexta-Feira (10 Jul), num percurso com 4.100 metros, 190 metros de desnível acumulado e 19 Postos de Controlo. Entre os 61 finalistas A, estiveram os atletas da Selecção Nacional, Tiago Romão e Diogo Miguel, cujas horas de partida foram, respectivamente, 11h25 e 11h19 (hora local).

O terreno e o traçado do percurso desta Final A de Dustância Média do JWOC 2009, colocaram enormes desafios e, nalguns casos, dificuldades, praticamente a todos os atletas. A entrada no mapa não era fácil pela exigência técnica (de grau intermédio/alto) do percurso até ao Posto de Controlo Nº 9, com várias áreas rochosas a causarem bastantes problemas a muitos atletas.

php2b515gjwoc_midfinal_v10mena

Mapa da Final A de Distância Média (clicar no mapa para ampliar)

Passada esta fase inicial, a fase intermédia (entre os Postos de Controlo 9 e 13) revelou-se mais fácil, mas a parte mais difícil do percurso estava reservada para o fim (entre os Postos de Controlo 13 e 18), onde os inúmeros detalhes do terreno rochoso causaram grandes dificuldades técnicas aos atletas, levando-os a cometer vários erros ou à tomada de opções menos adequadas.

Este último aspecto acabou por não ser tão significativo como o primeiro dado que não existia uma grande diversidade de escolha de rotas, pelo que era fundamental uma boa adaptação da velocidade de corrida às dificuldades técnicas e físicas que surgiram ao longo do percurso.

tiago_romao_final_a_media2

A velocidade de Tiago Romão na Final A de Distância Média (clicar na fotografia para ampliar)

O Tiago Romão passou ao 1º posto rádio com o 37º melhor tempo (18’31”), a 4’41” do melhor. Ao 2º posto rádio, o Tiago passou com o 38º melhor tempo (26’01”), a 5’50” do melhor e no 3º posto rádio, passou com o 39º melhor tempo (32’44”), a 7’25” do melhor, lugar que manteve no final da sua prova, com 33’54”, a 7’33” do vencedor, o atleta da Finlândia Olli-Markus Taivainen, que dominou toda a concorrência ao longo de todo o percurso e terminou a sua prova com um tempo de quem “voou baixinho”: 26’21” (para consultar a listagem completa de resultados da Final A de Distância Média, clicar aqui)!!!

tiago_29

Tiago Romão em plena performance durante a Final A de Distância Média (clicar na fotografia para ampliar)

Estes dados de passagem aos postos intermédios atestam bem da regularidade da prova do Tiago Romão, que conseguiu assim um honroso lugar nos primeiros dois terços da Final A de Distância Média, uma final extremamente competitiva e com resultados de elevada qualidade. Também o atleta português Diogo Miguel, conseguiu um honroso 41º lugar, a apenas 11 segundos do Tiago Romão. Estes resultados que dignificam e, aos poucos, vão tornando conhecida a Selecção Nacional, confirmam a evolução técnica destes dois atletas e são bem reveladores do seu potencial em termos futuros, não só a nível nacional, mas também internacional.

Notícia “Confederação do Desporto de Portugal”Tiago Romão terminou em 39º e Diogo Miguel foi 41º (clicar)

Notícia “Infordesporto”Tiago Romão terminou em 39º e Diogo Miguel foi 41º (clicar)

Notícia “O Jogo”Tiago Romão terminou em 39º e Diogo Miguel foi 41º no Mundial de juniores (clicar)

No sábado (11 Jul), o JWOC 2009 chegou ao fim com a, sempre espectacular, prova de estafetas e a cerimónia de encerramento. Pelas 14h30 (hora local) teve início a prova de estafetas masculina. A chegada do elemento da equipa vencedora estava prevista, pela organização, para cerca das 16h45 (hora local), mas acabou por acontecer 6’09” mais cedo!

A Equipa de Portugal que o Tiago Romão integrou, acabou por corresponder às boas expectativas de todos quantos seguiram este JWOC 2009 mais atentamente. Era preciso que os 3 elementos desta Equipa estivessem muito próximo do seu melhor nível de performance, para poderem contribuir para a “escrita de mais um bonito capítulo” da História da Orientação Pedestre Nacional em provas internacionais de dimensão mundial.

equipa_21_portugal_1

Da esquerda para a direita: Jorge Fortunato, Tiago Romão e Diogo Miguel (clicar na fotografia para ampliar)

Esta Equipa, com a designação “Team Portugal 1” (e que teve o Nº 21, entre 59 equipas) foi composta pelo Jorge Fortunato, pelo Diogo Miguel e pelo Tiago Romão, atletas que executaram, respectivamente, o 1º, 2º e 3º percurso da estafeta. Para consultar a start list, clicar aqui.

relay_team_portugal_1

Da esquerda para a direita: Tiago Romão, Jorge Fortunato e Diogo Miguel (clicar na fotografia para ampliar)

Desde o início do JWOC 2009 que estes 3 atletas se encontravam bem motivados e confiantes numa boa prova, acreditando ser possível superar aquele que era, até ao momento o melhor resultado duma Equipa de Portugal na prova de estafetas dum JWOC: o 20º lugar obtido em Gdansk (Polónia), no JWOC 2004, por Pedro Duarte, Alexandre Alvarez e André Ramos. Dois dos três elementos da Equipa Portuguesa, Tiago Romão e Jorge Fortunato, já no JWOC 2008, em Gothenburg (Suécia), juntamente com David Sayanda, estiveram perto desse registo, altura em que terminaram no 22º lugar.

Convirá referir que as 59 Equipas de Estafetas masculinos corresponderam à representação de 33 selecções nacionais, havendo 22 selecções com 2 equipas, 5 equipas mistas e 10 selecções com apenas 1 equipa. Para efeitos de classificação, e nos casos das selecções com mais que uma equipa, conta apenas a primeira equipa desse país a terminar a prova, independentemente de a segunda equipa surgir listada na classificação no lugar em que efectivamente terminou.

Tal como é habitual nas provas de estafetas, houve muita emoção entre todos os participantes e espectadores. Na Equipa Portuguesa, o Jorge Fortunato executou um bom 1º percurso, em 46’29”, e passou o testemunho a Diogo Miguel com um atraso de 3’09” relativamente a Olle Boström (Team Sweden 1), o primeiro atleta a passar o testemunho, da Equipa que acabaria por ganhar a prova. Jorge Fortunato fez o 20º melhor tempo de todos os 1ºs percursos da estafeta (entre 59 atletas), correspondente à 16ª selecção das 33 em prova.

relay_val_canali_map_jwoc_2009

Mapa com todos os Postos de Contolo da Prova de Estafetas do JWOC 2009 (clicar no mapa para ampliar)

Diogo Miguel realizou o seu percurso em 52’28”, o 25º melhor tempo de todos os 59 atletas no segundo percurso, e passou o testemunho a Tiago Romão em 22º lugar (entre as 59 equipas), correspondente à 14ª selecção (das 33 em prova). Nesta altura, uma descida na classificação por equipas e uma subida na classificação por países, para além de significar que Diogo Miguel ficou um pouco aquém de ter uma prova perfeita, significava também que as selecções com mais que uma equipa tinham as suas equipas classificadas nos primeiros lugares.

Perante este cenário, mais uma vez, o Tiago Romão soube gerir a responsabilidade que sobre ele pesava: a de conseguir o objectivo a que se tinham proposto e às expectativas de todos os portugueses que seguiam o evento, no local ou à distância. E assim, o Tiago, recuperando alguns lugares na classificação, completou o 3º percurso da estafeta em 47’17”, correspondente ao 13º melhor tempo entre todos os atletas que executaram este último percurso, terminando a prova no 20º lugar por equipas e sendo a 12ª selecção a cortar a meta, com o tempo total de 2h26’14”, contra as 2h08’51” da Suécia, selecção vencedora através da sua equipa Team Sweden 1.

Notícia “Infordesporto”Portugal em 12º lugar na prova de estafetas (clicar)

Classificação da Prova de Estafetas (por países):

1º Lugar – SUÉCIA (Olle Boström, Albin Ridefelt, Gustav Bergman) – 2h08’51”
2º Lugar – SUIÇA (Philipp Sauter, Matthias Kyburz, Martin Hubmann) – 2h09’34”
3º Lugar – DINAMARCA (Marius Ødum, Rasmus Hansen, Søren Bobach) – 2h12’03”
4º Lugar – NORUEGA (Mathias Bjugan, Torgeir Nørbech, Ulf Forseth Indgaard) – 2h15’44”
5º Lugar – FRANÇA (Thibaut Poupard, Theo Fleurent, Lucas Basset) – 2h16’00”
6º Lugar – LETÓNIA (Zemgus Zagata, Andris Jubelis, Arturs Paulins) – 2h17’01”
7º Lugar – REPÚBLICA CHECA (Milos Nykodym, Daniel Hajek, Matej Klusacek) – 2h17’04”
8º Lugar – POLÓNIA (Jacek Morawski, Maciej Jasinski, Bartosz Pawlak) – 2h18’13”
9º Lugar – FINLÂNDIA (Kalle Liukkonen, Samu Lehtola, Olli-Markus Taivanen) – 2h20’10”
10º Lugar – ESTÓNIA (Kristo Heinmann, Lauri Sild, Henrik Berg) – 2h20’49”
11º Lugar – RÚSSIA (Rinat Gabitov, Rasmi Guseynov, Mikhail Petrov) – 2h24’40”
12º LugarPORTUGAL (Jorge Fortunato, Diogo Miguel, Tiago Romão) – 2h26’14”’
(…)

Para ver a listagem completa de resultados, clicar aqui.

Hyperlinks

Cobertura fotográfica do JWOC 2009

Live Blog

Live News

Live Radio

Live Results

Mais informação no website oficial do evento: http://www.jwoc2009.it/

Nota adicional: As fotografias incluídas neste artigo são da autoria de Bruno Nazário, Hélder Ferreira, Orientovar e da Organização do JWOC 2009.

Artigo por Mário Santos

7 Respostas

  1. Paulo Franco Says:

    Parabéns ao Tiago e boa sorte para o resto das competicões!

    Mais uma vez, também parabéns ao Mário pelos excelente artigo! Mt bom!

  2. ILIDIO COELHO Says:

    que belas férias que este pessoal tem!

  3. Albano João Says:

    É assim mesmo Tiago, sempre a bombar.
    Boa sorte para a final, que deves ir confiante, com serenidade e acreditar no teu potencial.
    Todos esperamos que cumpras os teus objectivos.
    Abraço

  4. Carlos Monteiro Says:

    Tiago
    Os resultados conseguidos não são obra do acaso. Tens enorme potencial e muitas horas de trabalho. Com calma, mas com a tua garra, desejo que na final A te superes a ti próprio. Acredita em ti pois tu és capaz. Parabens a todos quantos tem trabalhado para poderes estar ao teu melhor nivel. Abraço e boa sorte para ti e toda a comitiva Tuga.

    ET:Agradecimento ao Mário Santos pelos artigos aqui colocados tanto JWOC como BTT

  5. m.santos Says:

    Olá Tiago,

    Mal parecia eu escrever e actualizar o artigo e não colocar aqui um comentário. 😉

    Estamos orgulhosos pela tua participação na selecção nacional! Os resultados que tens obtido são decerto o fruto do teu gosto, motivação e investimento nesta modalidade de que tanto gostamos.

    Vamos continuar a acompanhar a tua participação!

    Boa sorte para a Final A da Média, mais logo!

    Um abraço,

    Mário

  6. Tiago Romão Says:

    Olá Pessoal…
    O JWOC está passado e agr é tempo de começar no WOC.
    Obrigado pelo apoio…
    Foi muito bom sentir o feedback do outro lado. É mesmo muito importante sentir que alguém acredita em nós e no nosso trabalho. São muitos meses de preparação, muitos treinos sofridos e depois as horas antecedentes às competições parecem enormes, pois tudo surge na nossa cabeça mas temos de o conseguir contradiar… Esta é uma responsabilidade que exige muita concentração para que se consigam frutos…
    Um abraço a todos.
    Tiago Romão

    PS. Contrariamente ao comentário, não são assim umas belas feriazinhas… Fá-lo por gosto e por dedicação, mas acredite que é muito doloroso quando as coisas não correm bem e os momentos antecedentes de cada prova…

  7. ILIDIO COELHO Says:

    Acredito que deve ser difícil aguentar tanta pressão de véspera, tantos treinos e horas perdidas mas é essa adrenalina que dá depois o sabor aos resultados que se conseguem, ou não é? Longe de mim retirar valor aos seleccionados, se lá estão é porque têm valor e trabalharam para isso. O meu comentário vai mais no sentido do comum orientista de pelotão que tem de ir para a Tocha enquanto os “craques” vão para correr mundo… é só isso, chamem-lhe o que quiserem!

Deixe um comentário

Nota: A moderação de comentários está activa, o que vai atrasar a sua publicação. Não há necessidade de re-enviar o seu comentário.