Campeonato Nacional de Orientação de Precisão 2014

PreO_Ponto

Numa organização a cargo do COC disputou-se o Campeonato Nacional de PreO na sua segunda edição e pela primeira vez a apurar o título colectivo.

O COC que põe no terreno pela 3ª vez uma prova desta disciplina da Orientação, assumiu o desafio de preparar e montar um evento que dignificasse a modalidade, a disciplina e que guindasse o COC para níveis que coloca na suas múltiplas organizações.

Dando os seus primeiros passos na disciplina, ainda muito recente no Pais e com reduzido número de praticantes, o COC sentiu imensas dificuldades nesta organização, só ultrapassadas pelo grande empenho e espirito de missão revelados pelo Director do evento Carlos do Vale, fortemente apoiado pelo Supervisor FPO António Amador e pela Comissão Técnica de Orientação de Precisão da FPO na pessoa de Nuno Pires.

Mas se o apoio externo foi importante, o empenho, a dedicação e o altruísmo do STAFF e do Director de Prova foram decisivos para a realização deste evento.

Lagoa da Vela foi o local escolhido pelo COC e apenas possível pela cedência do mapa propriedade do Ginásio Clube Figueirense a quem aqui deixamos um agradecimento publico pela sua cooperação para que fosse possível este evento.

A proximidade do local onde durante a manhã se disputou o 16º GP do RA4 (escassos 5 Km), permitindo que, com reduzidos custos de deslocação, os atletas pudessem participar nos 2 eventos, potenciando o aproveitamento das sinergias logísticas e humanas, e a qualidade técnica do terreno estiveram na base da escolha deste local/terreno.

A escassez ou mesmo a inexistência de mapas desenhados especificamente para Orientação de Precisão (conceito base de que um mapa é um desenho e não uma fotografia), o elevado grau de exigência patenteado por alguns dos participantes (de quem esperamos resultados internacionais ao nível da sua exigência técnica) e a reconhecida e assumida pouca experiência do COC nesta disciplina estiveram na base das reclamações/protestos que se verificaram e que resultaram na anulação de 2 dos 19 pontos.

Para a história ficam os resultados:

Resultados

Classe Aberta

1. Joaquim Margarido (CRN) 15/17 pontos

2. Nuno Pires (Ori-Estarreja) 15/17 pontos

3. Luís Gonçalves (CPOC) 14/17 pontos

4. Nuno Rebelo (Ori-Estarreja) 14/17 pontos

5. Luís Leite (GD4C) 14/17 pontos

6. Liliana Rocha (DAHP) 14/17 pontos

Classe Paralímpica

1. Ricardo Pinto DAHP) 13/17 pontos

2. Cláudio Poiares (CRN) 11/17 pontos

3. Júlio Guerra (DAHP) 11/17 pontos

4. José Laiginha Leal (CRN) 10/17 pontos

5. Ana Paula Marques (DAHP) 7/17 pontos

6. António Amorim (DAHP) 6/17 pontos

Por Equipas

1. CRN (J.Margarido, C.Poiares, J.L. Leal) 36 pontos

2. DAHP (R. Pinto, J. Guerra, P. Massa) 32 pontos

 

Para o COC fica a satisfação de ter conseguido por no terreno este evento, que na nossa avaliação interna se traduziu num momento de qualidade organizativa e claramente demonstrativo que de estamos no bom caminho e que o trabalho preparativo foi muito e de muita qualidade.

Reconhecendo necessidades de melhoria em futuras organizações de eventos de Orientação de Precisão, é oportuno reflectir neste evento e pensar com serenidade para projectar o futuro.

Fotos de Manuel Domingues

10447499_567928619991565_7545778607156815894_n 10288710_567929926658101_1959646469834457161_n 10309648_567926946658399_6646325354039288228_n

Deixe um comentário

Nota: A moderação de comentários está activa, o que vai atrasar a sua publicação. Não há necessidade de re-enviar o seu comentário.