EXCELENTE PRESTAÇÃO DO COC NO CAMPEONATO NACIONAL DE DISTÂNCIA LONGA 2009

Na tarde do passado dia 28 de Março de 2009, decorreu mais uma prova de Orientação Pedestre da Época 2008/2009, o Campeonato Nacional de Distância Longa 2009. A prova, cuja organização esteve a cargo do Clube de Orientação do Minho, decorreu na Serra da Cabreira, na região de Vieira do Minho, e contou com o apoio da autarquia local, sob a supervisão da Federação Portuguesa de Orientação.


Celso Moiteiro e Sérgio Junqueira (Fotografia de Joaquim Margarido)

A prova desenrolou-se em terreno típico de montanha, entre os 864 e os 1013 metros de altitude, numa área com bastantes pormenores de relevo e rochosos e uma razoável rede de caminhos. Em termos de vegetação existiam bastantes áreas abertas, alternando com floresta de resinosas e folhosas, possuindo urzes nalgumas zonas, com implicações ao nível da redução de visibilidade horizontal. À excepção de algumas zonas específicas, a vegetação rasteira que cobria a quase totalidade das áreas abertas e algumas zonas em floresta, não apresentou grandes dificuldades à progressão, permitindo atingir boas velocidades na maior parte das zonas de competição.

As previsões meteorológicas iniciais apontavam para condições de chuva e trovoada, mas o grande adversário de todos quantos se deslocaram a este evento acabou por ser, sem sombra de dúvida, o vento moderado a forte do quadrante de Noroeste que se fez sentir durante toda a tarde de sábado, o que contribuiu para potenciar o arrefecimento verificado ao nível das temperaturas no início do fim-de-semana.

Para se ter uma noção da dureza da prova, agravada pela altitude a que se disputou, a Elite masculina tinha um traçado com cerca de 11,5 Km, 30 Postos de Controlo e um desnível acumulado de mais de 500 metros.


Mapa do Campeonato Nacional de Distância Longa

Este Campeonato Nacional contou com 500 atletas inscritos, dos quais 61 estiveram em representação do COC, havendo a destacar os seguintes títulos e classificações individuais:

Campeões Nacionais

Palmira João (Damas 45)
Isabel Monteiro (Damas 50)
Albano João (Homens 50)

Vice-Campeões Nacionais

Tiago Romão (Homens Elite)
Anabela Vieito (Damas 35)
Luísa Mateus (Damas 45)
Manuel Domingues (Homens 50)

3ºs. Lugares

Patrícia Casalinho (Damas Elite)
Carlos Monteiro (Homens 50)

No Escalão de Elite, são ainda de realçar os seguintes resultados individuais:

Catarina Ruivo, 5º. Lugar em Damas Elite
Gildo Silva, 5º. Lugar em Damas Elite

Outros resultados individuais importantes:

Tiago Brito, 2º. Lugar em Jovens Masculinos B
Diana Silva, 3º. Lugar em Damas 13 (Infantis)
Inês Domingues, 3º. Lugar em Damas 15 (Iniciados)


Em termos de títulos por equipas nos vários escalões em competição, há ainda a destacar os seguintes:

Equipas Campeãs Nacionais

Patrícia Casalinho, Catarina Ruivo e Andreia Silva, em Damas Elite
Tiago Romão, Gildo Silva e Paulo Franco, em Homens Elite
Palmira João, Isabel Monteiro e Luísa Mateus, em Veteranos Femininos II


Equipas Vice-Campeãs Nacionais

Jorge Oliveira, Luís Tenreiro e Jorge Silva, em Veteranos Masculinos I
Mário Santos, Albano João e Manuel Domingues, em Veteranos Masculinos II

Em termos de pontuação para o Ranking Nacional de Clubes, o COC foi, uma vez mais, o grande vencedor colectivo deste Campeonato Nacional.

Estes resultados são um bom prenúncio para os próximos Campeonatos Nacionais de Sprint e Distância Média, a realizar nos dias 9 e 10 de Maio, na cidade de Santarém e na Herdade dos Gagos (Almeirim), respectivamente.

Ver Resultados


Resultados dos atletas do COC

SplitsBrowser

Algumas fotografias de atletas do COC no evento
(da autoria de Gildo Silva, atleta do COC)


Gildo Silva após a pré-partida


Tiago Romão a cortar a meta


Diana Silva


Catarina Ruivo, Gildo Silva, Tiago Romão e Patrícia Casalinho


Anabela Vieito


Luísa Mateus e Palmira João


Manuel Domingues, Albano João, Isabel Monteiro e Carlos Monteiro


COC, clube vencedor colectivamente

Artigo por Mário Santos

Deixe um comentário

Nota: A moderação de comentários está activa, o que vai atrasar a sua publicação. Não há necessidade de re-enviar o seu comentário.