MARCO GEODESICO FACHO RECEBE ACTIVIDADE DE ORIENTAÇÃO EM MANHÃ CHUVOSA

O marco geodésico do Facho, entre os Concelhos Alcobaça e Marinha Grande, situado numa das mais altas dunas da região, foi o local da concentração e inicio da actividade que a Escola de Orientação do COC levou a efeito na manhã bem húmida deste Domingo 18 de Janeiro.
Voltaram a ser poucos os presentes, mas o programa preparado era aliciante e com objectivos bem definidos para a Formação e para o Aperfeiçoamento.
Na Formação o Prof. Hélder Ferreira preparou 3 percursos, com os jovens a iniciar o trabalho pela execução do percurso de 1,1 Km, sempre e só por caminhos. Depois passavam ao 2º percurso, com 1,2 km, onde os caminhos continuavam a oferecer bom corrimão, mas com os pontos de controlo já estavam a uma ou duas dezenas de metros do caminho. Por fim e para concluir o trabalho passavam ao 3º percurso, com 2,4 km onde os pontos já se localizavam até 50 mts do caminhos e já havia “convites” a opções mais arrojadas e fora dos caminhos.
Passando ao aperfeiçoamento, foi hoje servido um prato específico e que visava a leitura do mapa em ritmo de corrida rápida.
O treino era composto por 3 percursos, de puro Down Hill, pois tinham o seu inicio no marco geodésico e estendiam-se para norte, sempre em declive, terminando cerca de 1,8 km a norte. Os atletas partiam aos trios, faziam cada um deles, 1 dos 3 percursos distintos que acabavam todos no mesmo local, de onde só saiam quando o trio estivesse completo. Depois vinham em corrida contínua 2 km até ao marco geodésico, trocando de percurso entre eles até todos terem feito os 3 percursos.
Aqui fica a lista das presenças em mais uma actividade da Escola de Orientação do COC:
Patrícia Casalinho, Celso Moiteiro, André Cardeira, Jorge Almeida, Nuno Ferreira, Inês Domingues, Susana Dias, Horácio Braz, José Bolrão, Rui Roberto, esposa e os 3 filhos, Célia Faustino, Manuel Domingues, Mário Santos, Ilídio Coelho, Isabel Monteiro, Carlos Monteiro e Hélder Ferreira.
Segue-se o NAOM, prova pontuável para a taça de Portugal e organizada pelo GD4C, para depois em 1 de Fevereiro voltarmos a ter mais uma manhã desportiva com passeios na floresta e aperfeiçoamento técnico naquele que é talvez o mapa que mais ensinou orientação aos atletas do COC “PATAIAS 1”.

Deixe um comentário

Nota: A moderação de comentários está activa, o que vai atrasar a sua publicação. Não há necessidade de re-enviar o seu comentário.