COC VENCE NO 6.º ORI-BTT do CPOC

Realizou-se no passado fim-de-semana, dias 12 e 13 de Dezembro, o 6.º Ori-BTT do CPOC, com a prova a ser realizada na localidade de Ota-Alenquer. Sendo a prova organizada pelo Clube Português de Orientação e Corrida com a supervisão da Federação Portuguesa de Orientação.

artigo_btt_alenquer

O evento contou com 2 etapas sendo no sábado de distância Média no mapa novo da Serra da Ota e no Domingo a etapa longa no mapa de Ota Nordeste.

Na etapa de Distância Média o mapa caracterizou-se por ser uma zona com muito desnível e não tendo muitos caminhos. Com o desnível acentuado e boas características técnicas as prestações dos atletas, incidiam no tipo de opções que faziam, dependendo da opção, decidiriam se venciam a etapa ou não. Felizmente o tempo esteve de feição e o terreno estava relativamente bom.

Na etapa de Distancia Longa realizou no mapa antigo da Ota (actualizado para esta prova), caracterizando-se este com um pouco menos de desnível, mas um incremento significativo ao de caminhos, apresentando-se estes um pouco menos transitáveis devido ao acumular de águas e lamas nos mesmos. Devido á boa rede de caminhos e aliada ao facto de ser uma etapa longa, confrontou os atletas com um elevado número de opções.

O COC participou nesta prova com 26 atletas. Em termos individuais, temos de salientar as prestações dos seguintes atletas do COC:

1.ºs Lugares:
Daniel Marques – HE
Luísa Mateus – D45
Albano João – H50

2.º Lugar:
Paulo Alípio – HE

3.º Lugar
Pedro Serralheiro

Em termos de clubes, o COC – Clube de Orientação do Centro continua imparável e voltou a subir ao lugar mais alto do pódio. O Clube de BTT de Loulé secundou a turma leiriense cabendo o terceiro lugar ao ATV – Académico de Torres Vedras, aqui praticamente a jogar em casa. De salientar ainda que esta foi a ultima prova de ORI-BTT, neste ano civil,  a contar para a Taça de Portugal

 

albano_ota

Albano João

 

anabela_ota

Anabela Vieito

Deixe um comentário

Nota: A moderação de comentários está activa, o que vai atrasar a sua publicação. Não há necessidade de re-enviar o seu comentário.